A trilha sonora é uma das principais responsáveis pela imersão em qualquer tipo de obra audiovisual, seja ela um longa-metragem nos cinemas, um vlog no YouTube ou um simples comercial de TV. Saber como escolher músicas para vídeo é essencial para que o resultado final dele seja satisfatório.

Um exercício bom para entender a importância da trilha sonora em um audiovisual é encontrar uma cena marcante sem diálogos de um filme ou série qualquer e tentar assisti-la no mudo ou com outra música qualquer ao fundo. Certamente, boa parte da emoção não estará mais ali.

Neste artigo, vamos dar algumas dicas práticas para quem quer escolher e acrescentar música na edição dos seus vídeos. Confira!

Como escolher músicas para vídeo?

O primeiro passo para escolher uma boa música é descrever a emoção que você pretende transmitir com esse vídeo. Se o objetivo é passar excitação e empolgação, é preciso que a faixa selecionada seja também agitada e eufórica. Mas se a ideia é suspense e tensão, a música que se encaixará melhor no contexto será outra.

Uma dica aqui é escrever no papel palavras que descrevam a emoção do vídeo e, ao escutar possíveis trilhas, marcar aquelas que se encaixem no que foi previamente definido.

Uma vez que você encontrou a música que considera ideal para o seu vídeo, trabalhe mais um pouco sobre ela. Nem sempre o começo da trilha se encaixa perfeitamente com o ponto de partida do vídeo, logo, pode ser necessário realizar um pouco de edição.

Além disso, fique atento à questão do volume: o objetivo não é que a música de fundo brigue com as vozes e demais efeitos de áudio do vídeo. Ela precisa ser discreta, mas, ao mesmo tempo, visível e marcante.

Onde encontrar as músicas para os vídeos?

Uma questão muito importante sobre a trilha sonora em vídeos é que você não pode simplesmente pegar as canções do seu artista pop favorito e utilizá-las. Para isso, seria preciso pagar os direitos autorais, o que só vale a pena em casos de um comercial ou filme profissional com orçamento e boas justificativas para isso.

Quem tiver talento ou verba pode gravar as próprias faixas para seus vídeos — ou contratar alguém para isso —, mas se esse não for o caso, existe um caminho bem claro a ser seguido: encontrar uma música royalty-free, ou seja, em que não é preciso pagar o autor para utilizá-la.

Se você decidir fazer upload dos vídeos no YouTube ou Vimeo, é possível encontrar uma biblioteca com faixas pré-aprovadas para uso em cada uma dessas plataformas. Mas algumas dessas canções já são tão utilizadas que vale a pena ir mais fundo em outras opções de repositórios de trilhas royalty-free, como o Incompetech e o SoundCloud.

E lembre-se: apesar de não ser preciso pagar os autores, as músicas ainda têm dono. Na maior parte das vezes, é obrigatório citar o nome deles nos créditos do vídeo.

Como editar os vídeos?

Colocar as trilhas sonoras em seus vídeos é um processo bem simples, mas para isso você precisará de uma ferramenta de edição. Listamos algumas delas abaixo, confira:

  • iMovie: o iMovie é o editor de vídeos gratuito simplificado e acessível da Apple. Ele é básico, porém muito intuitivo e atende boa parte das pessoas que não querem um edição profissional;
  • Sony Vegas: o Vegas é uma ferramenta de edição poderosa e profissional, mas precisa ser pago. Ele é capaz de editar vídeos de todos os tamanhos e se destaca pela facilidade e relativa rapidez para renderizar;
  • Adobe Premiere: esse é, talvez, o software de edição profissional mais popular no mercado. É robusto e bem completo, capaz de atender todo tipo de necessidade de edição de vídeo.

E você,  o que achou de aprender como escolher músicas para vídeo? Compartilhe sua opinião nos comentários!