A importância conquistada pelos vídeos é incontestável. A estimativa é que eles respondam por 82% do tráfego da Internet até 2020. E entre os diversos formatos disponíveis, as transmissões ao vivo estão em destaque. Você sabe como fazer live streaming de alta qualidade?

Esse é o assunto do post de hoje. Selecionamos 3 dicas relevantes para quem pretende investir nessa área, aproveitando a atenção que o formato tem conquistado nas redes sociais. O Facebook Live, por exemplo, tem sido empregado com sucesso pelas empresas para incrementar as ações de comunicação empresarial.

Confira!

1. Live streaming bem-feito precisa de planejamento

Pessoalmente, podemos agir com base no improviso, mas nem pense em fazer isso quando se trata do uso corporativo do livre streaming!

As transmissões ao vivo cumprem um papel importante nas estratégias de marketing, por isso, é essencial definir os objetivos e, claro, o plano de ação para alcançá-los.

O planejamento adequado fará com que você atenda aos quesitos técnicos desse tipo de projeto. Portanto, não deixe de contratar uma produtora especializada — e que use os recursos apropriados na hora da divulgação — para ajudá-lo nesse processo .

As redes sociais são um excelente canal para chamar a atenção para o evento e as iniciativas durante a transmissão também serão fundamentais para que a audiência acompanhe tudo até o final.

Mas fique atento: é importante trabalhar com antecedência, até para se preparar para as eventuais dificuldades que podem aparecer no decorrer da transmissão.

2. Atenção com os equipamentos necessários

Não se iluda. Para ter um trabalho mais profissional, é preciso ter equipamentos de qualidade. Assim, opte por câmeras de alta definição (HD ou Full HD) e analise a possibilidade de empregar multi câmeras.

Na transmissão de palestras e debates, por exemplo, isso vai garantir mais dinamismo para o evento, o que é fundamental para promover o engajamento do público. Lembre-se de que uma coisa chama a outra nessa área. Quanto mais popular for o seu vídeo, mais chances de ele ser exibido, aumentando o alcance da ação.

Tenha cuidado também com o áudio. Não dá para abrir mão de uma mesa de som e do acompanhamento de um profissional, responsável por fazer a equalização do material captado.

Ainda em relação aos equipamentos, opte pelo streaming adaptativo, adequado para diversos dispositivos, e por servidores que tenham demandas escaláveis. Assim, você não terá problemas se o acesso for maior do que o esperado.

3. Redobrar os cuidados com as questões técnicas é fundamental

Equipamentos em ordem, campanha de divulgação na rua, não corra riscos: fique atento a cada detalhe do projeto, porque é isso que fará a diferença para a imagem da marca.

A melhor forma de garantir que tudo dará certo na “hora H” é fazer um teste completo antes. Fica mais fácil detectar eventuais problemas de iluminação, no som e ou mesmo na qualidade de transmissão.

Os vídeos conquistam cada vez mais espaço nas estratégias das empresas porque funcionam, estabelecem uma relação diferenciada com o público. Mas para que a conexão emocional ocorra, é preciso empregar corretamente os recursos disponíveis.

É fácil fazer esse tipo de transmissão? Não, por isso, analise com cuidado a possibilidade de contratar uma produtora especializada. Quem lida com vídeo no dia a dia sabe como fazer live streaming de qualidade.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre o assunto? Leia também nosso post sobre live streaming no Facebook!