Você sabe o que é b-roll? Às vezes a mente do seu público precisa de elementos visuais para assimilar melhor uma narrativa. Essas cenas suplementares, mostradas durante uma produção, são chamadas de b-roll.

Pensando nisso, preparamos este artigo para explicar tudo sobre essa técnica e te ajudar a produzir vídeos mais dinâmicos e atrativos em alguns passos simples. Vamos lá?

O que é b-roll?

As animações, fotografias, tomadas adicionais e elementos gráficos que aparecem entre as cenas principais de um vídeo são chamadas de b-roll. É um recurso muito utilizado nas reportagens e nos vídeos publicitários para deixá-los mais dinâmicos e informativos.

Com isso, o produtor de vídeo consegue construir uma narrativa com mais facilidade, o que contribui para o storytelling da produção audiovisual.

Para que serve?

Você não costuma assistir propagandas com um personagem falando do início ao fim sobre um determinado produto, certo? Afinal, o vídeo se tornaria cansativo e sem atrativos e o espectador poderia continuar a navegar na web sem se importar com as imagens da produção.

É para evitar isso que um b-roll serve: deixar a sua produção mais dinâmica para o público. Confira outras vantagens de adicionar um b-roll à sua produção:

Garantir flexibilidade no momento da edição

Você pode usar um b-roll para complementar um espaço vazio e dar mais movimento ao seu vídeo.

Tornar o vídeo mais rico visualmente

Ao intercalar cenas, você confere mais conteúdo ao seu vídeo, o que o deixa mais relevante para o público.

Conferir mais credibilidade ao que é dito

Se um vendedor apenas fala sobre um produto, por exemplo, as chances de venda são mínimas. É diferente quando ele demonstra o produto em funcionamento, onde a probabilidade de convencer o espectador é muito maior.

Como usar o b-roll nos meus vídeos?

Antes de começar a produzir um vídeo é aconselhável pensar sobre os elementos que podem ajudar a contar a história que você deseja.

A conexão do b-roll com a narrativa principal deve ser natural e espontânea — caso contrário, o recurso pode acabar atrapalhando a sua narrativa.

Consulte este passo-a-passo antes de introduzir um b-roll nos seus vídeos!

  1. Um b-roll nunca deve ser incluído durante a pós-produção e sim na fase de criação do script.
  2. Comece identificando as cenas de apoio antes de começar a filmagem — pode ser difícil depois de ter gravado tudo.
  3. Tenha em mente que a quantidade de b-roll em um vídeo deve ser proporcional às tomadas principais, nem mais e nem menos.
  4. Se precisar fazer cortes na hora da edição, prefira manter um b-roll — lembre-se que as imagens de apoio têm mais chances de atrair a atenção do espectador.
  5. Um b-roll pode ser uma oportunidade de usar a câmera de maneira criativa, então considere capturar cenas com drones, por exemplo — mas lembre-se de que uma cena de apoio nunca deve chamar mais atenção que a sua ideia principal.
  6. Uma ideia de b-roll pode surgir durante a produção do vídeo, por isso sempre considere essa possibilidade.

Agora que você já sabe o que é b-roll ficou animado para produzir um vídeo com essa técnica? Que tal começar pelo roteiro? Neste artigo ensinamos como elaborar um roteiro de vídeo. Boa produção!